23.4.09

Martelinho com limão (limão-da-pérsia)


Dei abertura a este tema no Twitter e os 140 caracteres não me sustentaram: 
"A moda agora é o Turismo Psicológico: em tempos de crise pessoal, todo mundo deseja sair do Brasil e tentar uma vida nova lá fora. Reparem". 
A empresa paga pouco? O namorado foi embora? O namorado nem chegou a existir? O emprego não veio? Tá difícil conviver com seus familiares? Ah rapá, acorda! Pede socorro pros seus pais ou pegue o único dinheiro que você conseguiu guardar na vida, largue tudo e vá pra Europa. 
Vá lá e experimente como é ser pobre: Não ter cartão de crédito, não poder gastar 15 libras no McDonalds, não ir ao cinema com as amigas no domingo. Aí, quando você cansar dessa vida miserável, você volta. E volta a viver os novos ares brasileiros, agora com cartão de crédito mais controlado, provavelmente um curso de moda ou gestão empresarial bancado pelos pais (agora) muito mais compreensivos. 
Enquanto isso, na vida real brasileira, quem é pobre e tá fudido de verdade, também viaja pra espairecer: churrasco na Graciosa. E durante a semana o boteco é o refúgio. Sem choro, nem vela, nem msn.

4 comentários:

disse...

quanta verdade! Parece que o texto foi até meio pessoal, demais! adorei.

Letícia Maciejewski disse...

Muito bem observado! Já experimentou alguma vez? É interessante perceber que se algo nao está bem resolvido aqui, nao estará em nenhuma parte do mundo... mas ainda assim, vale a espairecida! Abs.

Anônimo disse...

Hi there,
Eu adorei este post. Moro fora do Brasil ha' alguns anos, e e' tao interessante que muitas pessoas sao assim mesmo. Nao eu , por enquanto.. .rsrsrsrsrsr

beijos saude pros de fora e pros de dentro( do Brasil)curte o boteco pra mim ai'

Gabardo, T. disse...

Teste