10.10.08

Motivos para tudo.


Vai entender né. Um dia o céu está bonito, o seu sorriso está lindo, a sua simpatia é reluzente. As folhas estão verdinhas, o pé de laranja-lima carregadinho. No outro dia você amanhece com uma pequena dor no tornozelo esquerdo, esquisito. Quando abre a janela, o pé de laranja-lima secou. O céu acinzentou, o dente caiu e não existe mais brilho para refletir. A luz é rara. Vai entender né. 

Somos realmente coisas esquisitas. Mas dizem que é assim mesmo. Aparecem dias de alegria, outros dias com muito mais alegria e um dia alegre com um filme ruim. Uma música ruim, uma pessoa ruim e um Risoles ruim. Pronto, tudo parece um combinado, um combo, uma armação. Acaba o humor, acaba a paz, perde-se a linearidade. Para muitos isso acontece, a cama é refúgio, o travesseiro é alento e a escuridão é a fuga. 

Para mim não. Eu odeio Risoles e laranja-lima.

(aplausos).

9 comentários:

bellebellinha disse...

Eba! Voltou!

:)

Du Camargo disse...

DO CARAIOOOOOOOOOOOOOO!!!

Nathi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Nathi disse...

Voltou e no meu não comentou.










O humor acabou.

thoughts and memories disse...

Também odeio Risoles e laranja-lima. Que tal uma sfiha e um suco de morango?

Kent Brockman disse...

Ok!

Nathi disse...

Vê se não larga mais, mesmo.

Emanuel Menim disse...

ei... estamos combinando sem combinar. O teu bom texto combina com minha poesia escrita hoje debaixo de chuva num onibus qualquer.

ótimo.
abraço

Nathi disse...

Já largo de novo. =(