25.11.06

Um par

Poxa vida, eles eram tão parecidos. Combinavam tanto. Dava pra ver no jeitinho que se olhavam. Que passavam as tardes juntos. Os dois gostavam de beber suco de picuíba e encher a cara juntos, os dois fumavam cigarro de cravo juntos, os dois eram seres serenos, reclusos e afáveis. Eram uma dupla perfeita digamos. Os dois mais pareciam um só.

Gilberto era sinônimo de Kendra para nossa família e para os amigos.
Ô vida maluca essa viu. Quem diria que tudo isso iria acabar assim. De uma hora pra outra ele virou esse Porra-Louca. Deixou de fumar, passou a praticar esportes e sair de vez em quando com os amigos. Mesmo sem beber exageradamente era um cara engraçadíssimo. Por sinal dizem que tá ganhando horrores naquela multinacional de carros lá.

Olha, digo mais, ficou muito estranho, parece até uma outra pessoa. Educado como sempre, tudo bem, mas sei lá, traz sempre um sorriso no rosto. Re-afirmo, desconfio sempre. Não consigo acreditar que seja sempre verdadeiro. Ninguém fica tão feliz assim do dia pra noite.

E ela, a Kendra, meu Deus, sem ele virou outra pessoa. Hoje é tão mais bonita, veste-se melhor, traz adereços nas roupas e nos cabelos, estampa um estranho sorriso no rosto. Alguma coisa escondida tem aí. E o engraçado é que ela passou a praticar aulas de YOGA, vê se pode?! Uma menina tão quieta não precisa disso, me desculpe. Só pode ser perturbada. Não sei não, deu também para se passar por intelectual. Agora faz aulas de Francês. Desconfio que esteja usando drogas.

Essa mesma história que ela não para de repetir, pra mim é desculpa esfarrapada, como é mesmo que ela diz? "Eu só estou sendo uma moça mais feliz". Só pra cara dela mesmo!
Vê se pode, os dois combinavam tanto e agora estão assim, duas pessoas completamente diferentes. Diferentes do que eram, mas semelhantes contextualmente entre si.

Essa vida é cheia de trambiques, daqui a pouco resolvem se encontrar de novo. Aí, quem sabe, passarão a viver juntos novamente. Casamento seria uma boa saída pra esses dois. Não querendo me meter, mas acho que esses dois aí foram feitos um para o outro. Eu era acostumado com o Gilberto de antes. Esse sim era outro cara. Um bom cara, antes de ficar louco e resolver entrar nessa de "seguir o rumo". Que seguir o rumo, cada um tem o seu guardado. Mas não, ao invés de ficar quieto no canto quis arranjar essa de se aventurar.

Vai ser duro de acostumar com a ideia. Mas pode ser.

5 comentários:

yaco. disse...

Bateu uma depressão até.

Belle disse...

Parece fazer algum sentido.

Rafaela disse...

É...
pode ser...

Anônimo disse...

"trás adereços nos cabelos"

fitas de cetim, talvez...

Grazie disse...

Eu não sou de xingar, mas: PQP!!!!